domingo, 27 de setembro de 2009

“Helter Skelter”, sucesso dos Beatles, seria um dos responsáveis por morte de esposa e filho de Roman Polanski.


A notícia é antiga, data de 6 de agosto de 1969, quando Charles Manson, 'Tex' Watson, Susan Atkins, Patricia Krenwinkel e Leslie Van Houten invadiram a casa do famoso diretor de cinema Roman Polanski e assassinaram brutalmente a atriz norte americana Sharon Tate, esposa do diretor, grávida de 8 meses e meio.
Mas qual seria a relação entre os Beatles, a família Manson (nome pelo qual os assassinos ficaram conhecidos)e os seis homicídios cometidos pelo grupo em agosto de 1969?
Manson acreditava ser a reencarnação de Jesus Cristo e que os Beatles tentavam se comunicar com ele através de suas canções. A fixação pela música “Helter Skelter” era tão grande que os homicidas deixaram seu nome escrito com o sangue das vitimas nas paredes das casas nas quais os crimes ocorreram. Segundo Paul McCartney, autor da canção, a letra da música não tem o menor sentido. Para Manson, era um chamado.
Na ultima sexta-feira, dia 25 de setembro morreu no hospital penitenciário da Califórnia Susan Atkins, uma das seguidoras mais famosas de Manson. Susan, que tinha apenas 21 anos quando foi presa, esfaqueou até a morte a atriz Sharon Tate por não ter suportado ouvi-la implorar que poupasse a vida do filho que esperava.
Susan morreu aos 61 anos sem se arrepender dos crimes que cometeu. Os demais Mansons continuam presos.

Quer saber mais sobre o caso? Clique aqui.

3 comentários:

Thiago Lira disse...

seu blog BOMBA! gostaria de ver mais postagens por aqui ;)

Mônica disse...

Puro terror!
É assustador!

Anne disse...

Difícil entender...